Descrição geral

A Conferência Internacional Turning data into knowledge: New opportunities for statistics education é uma iniciativa do projeto de investigação DSL (Developing statistical literacy: Student learning and teacher education) com a participação da Universidade de Lisboa e da Universidade de Évora, e que é apoiada por um grupo de investigadores internacionais na área da educação estatística, que fazem parte da sua Comissão Científica.

A Conferência apresenta-se como uma oportunidade de reunir investigadores, formadores de professores e professores interessados na educação estatística para partilhar experiências e apresentar e discutir investigações e projetos recentes ou em curso.

Esta conferência de dois dias (22 e 23 de Junho de 2015), que decorre no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, inclui diferentes tipos de sessões: duas conferências plenárias realizadas por oradores convidados, um Painel  plenário de discussão, sínteses temáticas, comunicações longas e curtas (research papers e short oral communications) e apresentação de pósteres.

Paralelamente à conferência haverá sessões práticas em português, destinadas a professores dos ensinos básico e secundário submetidas para acreditação ao CCFC, na modalidade de Curso de Formação (0,6 créditos).

 

Tema e linhas da Conferência

Atualmente, a educação estatística desenrola-se em novos contextos sociais e culturais e enfrenta as exigências de mudanças globais que requerem indivíduos literados e informados estatisticamente que sejam capazes de transformar dados em conhecimento. Tal desafio oferece novas oportunidades para repensar que Estatística ensinamos e como o fazemos. Impõe-se fazê-lo de modo a desenvolver a capacidade de os alunos pensarem sobre os dados e de como os utilizar de forma efetiva e crítica, no seu dia-a-dia, para serem capazes de fazer previsões e tomar decisões. 

Investigadores e professores concordam que a literacia e o raciocínio estatísticos, os quais exigem competências críticas de investigação e comunicação, entre outras, têm-se revelado difíceis para os alunos. Assim, as recomendações atuais de currículos internacionais sugerem abordagens orientadas para os dados no ensino da estatística, em todos os anos de escolaridade, utilizando dados reais e rentabilizando a tecnologia disponível. Para além disso, para desenvolver a literacia e o raciocínio estatísticos, é esperado que os alunos lidem com dados de contextos reais e que lhes são significativos.

O objetivo principal desta conferência é criar um momento de discussão sobre esses desafios e oportunidades para a educação estatística que envolva investigadores, formadores e professores. Foram definidos duas linhas temáticas: 

  1. Literacia estatística 
  2. Raciocínio estatístico 

Estas duas linhas pretendem abranger uma diversidade de tópicos de investigação e de projetos, em torno do tema central da conferência. Nas duas linhas, a aprendizagem e práticas de ensino com recurso à tecnologia constituem focos possíveis da investigação e dos projetos a serem apresentados. A conferência acolhe ainda a partilha de investigações sobre a formação de professores e o desenvolvimento profissional, nomeadamente a investigação do professor sobre a sua prática.

 

Comissões

COMISSÃO CIENTÍFICA

Hélia Oliveira (coord.) | Universidade de Lisboa, Portugal
João Pedro da Ponte (coord.) | Universidade de Lisboa, Portugal
Ana Henriques | Universidade de Lisboa, Portugal
Ana Paula Canavarro | Universidade de Évora, Portugal
Carlos Monteiro | Universidade Federal de Pernambuco, Brasil
Carolina Carvalho | Universidade de Lisboa, Portugal
Dani Ben-Zvi | Universidade de Haifa, Israel
David Pratt | Instituto de Educação de Londres, Reino Unido
Iddo Gal | Universidade de Haifa, Israel
Irene Cazorla | Universidade Estadual de Santa Cruz, Brasil
Janet Ainley | Universidade de Leicester, Reino Unido
José António Fernandes | Universidade do Minho, Portugal
José Contreras | Universidade de Granada, Espanha
Joana Brocardo | Instituto Politécnico de Setúbal, Portugal
Katie Makar | Universidade de Queensland, Austrália
Maria Eugénia Graça Martins | Universidade de Lisboa, Portugal
Maria Manuel Nascimento | Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Portugal
Markus Vogel | Universidade de Educação de Heidelberg, Alemanha
Randall Groth | Universidade de Salisbury, Estados Unidos da América
Rolf Biehler | Universidade de Paderborn, Alemanha
Rosa Tomás Ferreira | Universidade do Porto, Portugal
Susana Colaço | Instituto Politécnico de Santarém, Portugal
 

COMISSÃO ORGANIZADORA

Ana Henriques
Ana Isabel Mota
Ana Paula Canavarro
Carolina Carvalho
Hélia Oliveira
João Pedro da Ponte
Rosa Tomás Ferreira
Susana Colaço
 

COLABORADORES

Maria Fernanda Marinha
Maria Zulmira Torres

 

Apoios